quarta-feira, 5 de julho de 2017

EMBASA OPERA IRREGULAR EM PAULO AFONSO



O vereador Antônio Alexandre (PMBD), em entrevista à Rádio Cultura, afirmou na  terça-feira, 4 de julho 2017,  que do jeito que está, a Embasa não poderá cortar a água de nenhum consumidor em Paulo Afonso.

O edil Alexandre explicou que até o momento, a empresa opera de forma irregular, porque seu contrato foi vencido ano passado e a prefeitura até o momento não mandou o projeto que renova o convênio. “Nós demos um tempo tanto à Embasa quando a prefeitura municipal, já reiteramos três ofícios a ambos e nenhuma resposta até agora”, pontua Alexandre. 

O vereador explicou ainda que a prefeitura fere a Lei de Acesso à Informação, pois não informa absolutamente nada, mas que por seu turno, tenta  novamente  tirar a Câmara do meio do caminho para que o prefeito Luiz de Deus (PSD), possa renovar convênios como bem entenda.

“A Embasa está trabalhando de forma clandestina, qualquer cidadão que tenha a água cortada por favor vá à justiça, e peça uma indenização por conta disso, pois ela não tem autonomia para fazer isso, está ilegal em Paulo Afonso e não dá qualquer resposta aos representantes do povo, quero deixar claro também que o prefeito não é dono de Paulo Afonso, é gestor, precisa seguir a lei”, declarou Alexandre. Por IVONE LIMA-PA4.COM.BR.

Um comentário:

  1. Parabéns representante do povo esse é um bravo guerreiro,ANTONIO ALEXANDRE vereador, aprovado........

    ResponderExcluir